Bruxismo

(Ranger de Dentes)

Os distúrbios emocionais de pouca ou muita intensidade, via de regra apresentam alguma expressão psicossomática em algum órgão do corpo.

Quando o indivíduo é bloqueado na obtenção e satisfação de objetivos e necessidades básicas em épocas importantes do desenvolvimento psicológico, pode induzir o rangimento de dentes como um mecanismo compensador.

Muitos indivíduos são vulneráveis a tensões de longa duração e rangem dentes para liberar esta tensão.

O bruxismo é uma disfunção e não doença.

Trata-se de um problema dentário destrutivo e complexo, encontrado em todas as faixas etárias, adquirido inconscientemente que consiste em raspar durante o sono as superfícies dos dentes superiores contra os inferiores através de movimentos involuntários que ocorrem normalmente durante o sono, mas podem também ocorrer durante o dia.

CAUSAS:

Fatores psicológicos, como tensão emocional, agressão reprimida, ansiedade, raiva, medo, frustrações estresse.

Parasitas intestinais, deficiências nutricionais, alergias, hipertireoidismo, paralisa cerebral, correria do dia a dia, ameaça de assaltos.

SINTOMAS:

Dor disfuncional muscular da articulação temporomandibular (ATM); dores de cabeça, podendo até atingir o ouvido, tonturas, dor muscular facial relacionado aos músculos mastigatórios, restrimento na abertura da boca, dor generalizada, estalidos, travamento nas articulações.

TRATAMENTO:

Sintomático:

Utilização de placas interoclusais que reduzem a atividade dos músculos durante a noite e protegem os dentes dos desgastes provocados pelo hábito. Eliminar hábitos como, mascar chicletes, morder ou apertar objetos estranhos, mandíbulas cansadas ao acordar e dentes sensíveis à noite.

Curativo:

O ideal é associar o tratamento dos estados tencionais, estressantes ou ansiosos que produzem o Bruxismo.

O emocional que desencadeou o bruxismo deve ser tratado, pois somente trabalhando as causas resolve-se o efeito.

Para isso procure fazer terapia com um psicólogo e/ ou um terapeuta floral.

Nos casos mais difíceis, sugere-se, além da pratica constante de exercícios físicos, que o bruxismo seja tratado por uma equipe multidisciplinar que inclui: Dentista, psicólogo, Terapeuta Floral e fisioterapeuta.

Emoções que mais se relacionam com o bruxismo:

  • Raiva;
  • Ansiedades;
  • Tensões;
  • Pânico;
  • Crítica;
  • Intolerância ao erro dos outros;
  • Pensamentos negativos remoentes.

Saiba mais sobre nossas terapias clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *